20 de março de 2012

Gentileza ajuda!


Rita Rodrigues, 2º ano de Jornalismo - Unifran (http://ritarodrigues4.blogspot.com.br/)
 A gentileza, hoje em dia, é um ato simples e, às vezes, difícil de ver. Pessoas vivem com pressa, não têm tempo para nada, nem ao menos para fazer alguma gentileza. O ato de ser gentil, de tratar os outros bem, é uma prática que todos deveriam ter diariamente, mas, infelizmente, isso não acontece. Talvez seja um ato que venha do berço, falta de carinho e atenção dos pais quando criança.
É muito comum vermos as pessoas necessitadas serem ajudadas nas ruas, hospitais etc. Mas, existem também pessoas que ainda não respeitam as praticas de gentileza como, por exemplo, não param o veículo para deficientes visuais atravessarem a rua, para ajudar um idoso, ceder um assento dentro do ônibus e demais práticas de bons modos que as pessoas ainda não têm consciência que possa existir.
Posso dizer que quando vejo alguma pessoa precisando  de apenas de um bom modo de gentileza faço de tudo para ajuda-la. Depois me sinto a pessoa mais feliz do mundo, pois é em um sorriso, em um abraço que você enxerga que agiu certo e agiu com o coração. É uma emoção muito grande quando possamos fazer bem a alguém, principalmente gestos simples que, às vezes, são imensos prêmios na vida de alguém que precisa desses bons gestos de carinho e dedicação.
É incrível como a sociedade dedica seu maior tempo livre em um bar com os amigos, em baladas, em festas de família. Mas não dedicam apenas dois minutinhos do seu tempo para ajudar pessoas necessitadas, podendo incluir pessoas especiais, com deficiência física ou mental. Elas também precisam de atenção e dedicação, afinal somos todos iguais. Então por que não ajudar? Gentileza faz bem e ajuda.
Podemos compara-la em nosso dia-a-dia, como com a do livro “Divina Comédia”, de Dante Alighieri. A história retrata uma gentileza: Dante precisa passar por várias etapas do inferno para chegar ao paraíso e para que isso aconteça, Dante precisou da gentileza e da ajuda dos anjos, que os auxiliava nessa chegada. Esta relação esta relacionada com o cotidiano, pois muitas vezes precisamos de gentilezas para chegar a vários lugares e objetivos.
Às vezes, estamos tão irritados com o dia-a-dia, ou com algum acontecimento, que a pratica da gentileza faz esse estresse diário ir embora de uma vez por todas. Estou dizendo isso em nome de milhares de pessoas que já foram “vítimas” da pratica de gentileza e bons modos.
Enfim, a pratica da gentileza acalma os ânimos, espanta os males e ajuda o nosso dia a ser um pouco mais feliz.


1 Comentário:

Wanne G. disse... [Responder comentário]

Realmente Rita Rodrigues, hj em dia a prática de bons modos chega ser mto escasso e deficiente, em uma sociedade que sempre procura o bem estar, é até meio demagogo esperar demais de quem nao faz nem o minimo. Belo argumento, ótima escrita, simples e objetiva! Parabéns Rita!

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | 100 Web Hosting